Tamanho do texto

Pesquisa registra queda no índice de aprovação desde a primeira pesquisa de opinião, em abril. A avaliação negativa, ruim ou péssimo, alcançou 38%

Bolsonaro arrow-options
Marcos Corrêa/PR
53% disseram não aprovar a maneira de Bolsonaro governar

O Ibope divulgou nesta sexta-feira, sob encomenda da Confederação Nacional da Indústria (CNI), uma pesquisa que mostra leve oscilada dos índices de aprovação do governo de Jair Bolsonaro . A avaliação positiva, ótimo ou bom, está em 29% contra 31% em setembro e 35% em abril. A pesquisa foi realizada entre 5 e 8 de dezembro, com 2 mil pessoas em 127 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Leia também: UDN: partido extinto há 54 anos pode voltar em dose dupla

A avaliação negativa, ruim ou péssimo, alcançou 38% na nova pesquisa ante 34% em setembro e 27% em abril. O índice de regular permaneceu no mesmo nível, 31% em dezembro, contra 32% em setembro e 31% em abril. Os que não quiseram responder somaram 3%.

O nível de aprovação da maneira de governo também segue o mesmo ritmo de queda. Na pesquisa realizada este mês, 53% disseram não aprovar a maneira de Bolsonaro governar. Aqueles que aprovam somam 41% e 6% não quis responder. Em setembro, 44% aprovavam, 50% desaprovavam e o índice de quem não respondeu era o mesmo. Em abril, 51% dos entrevistados aprovavam e 40% desaprovavam.

Leia também: "Você tem uma cara de homossexual terrível", diz Bolsonaro a jornalista

A confiança no governo caiu dentro da margem de erro. Dos entrevistados, 41% disseram confiar no presidente e 56% afirmaram não confiar. Em setembro, 42% responderam que confiavam e 55% que não confiavam. Na primeira pesquisa, em abril, 51% confiavam no presidente enquanto 45% não confiavam.