Tamanho do texto

Ministro condenou 'postura de militante político-partidário' de Felipe Santa Cruz. O presidente Bolsonaro também já se envolveu em polêmicas com ele

Ministro Sergio Moro arrow-options
Agência Brasil
O ministro Sergio Moro criticou a postura política de Felipe Santa Cruz

Sergio Moro afirmou, nesta quarta-feira, que o Ministério da Justiça e Segurança Pública só irá receber o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) quando ele parar de criticar Bolsonaro e seus eleitores.

Leia também: Bolsonaro diz que PSL 'está cheio de traíra'

"Terei prazer em recebê-lo tão logo abandone a postura de militante político-partidário e as ofensas ao PR e a seus eleitores", escreveu o ministro, em suas redes sociais.

Felipe Santa Cruz , presidente da OAB, teve seu pai morto pela ditadura militar brasileira. Em julho deste ano, Bolsonaro o provocou sobre a morte de seu pai. “Um dia se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, eu conto para ele. Ele não vai querer ouvir a verdade. Eu conto para ele”, afirmou o presidente.

Leia também: PF investiga ex-senador Romero Jucá e filho em esquema de candidaturas laranjas

Na ocasião, Bolsonaro chegou a ser convocado pelo STF para dar explicações sobre sua declaração. A ação acabou arquivada após o presidente afirmar que não teve a intenção de ofender Santa Cruz.