Alexandre Frota discutiu com o filho do presidente durante CPI da Fake News
Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Alexandre Frota discutiu com o filho do presidente durante CPI da Fake News

Líder do PSL na Câmara, Eduardo Bolsonaro ( SP) passou pela CPI das Fake News , nesta quarta-feira, para defender o presidente Jair Bolsonaro dos ataques do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), ex-aliado do seu pai. A passagem foi breve e, em vez de um bate-boca, como os colegas esperavam, os cinco minutos de Eduardo na comissão viraram piada.

Leia também: Senadores pedem que porteiro do caso Marielle se torne testemunha protegida

Eduardo disse que estava lá apenas para dizer que é um "escárnio" a CPI ouvir o deputado. Ele completou que não perderia seu tempo assistindo ao colega e ex-aliado que, segundo ele, passou a campanha de 2018 "disputando" caronas com o então candidato Jair Bolsonaro.

"As pessoas têm aversão a esse tipo de conduta", disse Eduardo, em referência ao fato de Frota ser agora adversário de Bolsonaro.

Frota o encarou e tentou responder. Mas Eduardo continuou:

Você viu?

"Eu não tenho medo de cara feia. O senhor era menos promíscuo quando fazia filme pornô".

A provocação foi seguida de gargalhadas dos parlamentares presentes na comissão, inclusive de Frota, que rebateu:

"O senhor assistia muito. Eu sei que o senhor gosta".

Leia também: Aras arquivou informações sobre citação a Bolsonaro no inquérito de Marielle 

Eduardo respondeu que "não", terminou sua breve fala, levantou e foi embora.

"Fala o que quer e sai, seu mimado", gritou Frota, sem resposta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários