procurador falando
Leonardo Prado / MPF
Augusto Aras

Um memorando emitido pelo Ministério Público Federal na última quarta-feira (2) registrou que o novo Procurador Geral da República, Augusto Aras, vai se ausentar do Brasil entre os dias 9 e 15 de outubro em função da canonização da Irmã Dulce

A princípio, a viagem do procurador Augusto Aras para participar do evento “na qualidade de representante do Ministério Público Federal” e do subprocurador-Geral Alcides Martins custaria R$ 67,5 mil aos cofres públicos. 

Leia também: Procurador eleitoral de São Paulo renuncia após Aras vetar nomeação de colega

Aras teria um voo na classe executiva com valor de R$ 22 mil (ida e volta) e R$ 13,5 mil em sete diárias internacionais. O subprocurador, por sua vez, receberia R$ 6 mil em passagens de ida e volta na classe econômica e R$ 12,9 mil em diárias internacionais.

Após publicação na coluna da jornalista Bela Megale, porém, o novo PGR voltou atrás e afirmou que pagaria todas as despesas dele e da esposa do próprio bolso. Ele disse, ainda, que o subprocurador não participaria mais da viagem ao Vaticano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários