Tamanho do texto

Marcelo Álvaro Antônio é alvo de suspeitas de envolvimento no caso de candidaturas-laranja do PSL em Minas Gerais

Marcelo Álvaro Antônio
Marcos Corrêa/PR
Marcelo Álvaro Antônio segue como ministro do Turismo


Alvo de suspeitas de envolvimento no caso de candidaturas-laranja, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio , seguirá no cargo, afirmou nesta segunda-feira (1º) o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros.

Leia também: PF vai ouvir assessores ligados ao ministro do Turismo  e ex-candidatos do PSL

Segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro jamais cogitou demitir Álvaro Antônio do  cargo de ministro do Turismo e aguardará o encerramento das investigações para tomar decisões.

 "Não houve em nenhum momento a suposição de tirá-lo do cargo de ministro", respondeu o porta-voz.

Leia também: Juiz determina soltura de assessor do ministro do Turismo

A Polícia Federal prendeu na semana passada  Mateus Von Rondon, assessor especial do ministro do Turismo , e os ex-assessores Haissander Souza de Paula e Roberto Silva Soares, acusados desvios em recursos do fundo partidário por meio de candidaturas-laranja. Nesta segunda-feira, o juiz Renan Chaves Carreira Machado, da 26ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte, revogou a prisão temporária dos três.