Tamanho do texto

Daniel Tourinho Filho foi encontrado por uma secretária sem qualquer sinal de violência; causa da morte ainda não foi informada

Daniel Tourinho Filho
Reprodução
Presidente do PTC no Rio de Janeiro, Daniel Tourinho Filho foi encontrado morto


O presidente regional do Partido Trabalhista Cristão do Estado (PTC) Daniel Tourinho Filho, 35 anos, foi encontrado morto, na manhã desta sexta-feira, dentro do seu apartamento no Centro do Rio.

De acordo com informações do PTC , uma secretária que trabalhava com Daniel em seu apartamento chegou ao local e, quando abriu a porta, o encontrou morto. Uma pessoa ligada ao político disse que, aparentemente, no corpo de Daniel não havia sinais de violência, e que ele parecia estar desacordado.

Leia também: Flordelis e mais três filhas teriam envolvimento na morte de pastor

O Corpo de Bombeiros disse que homens da corporação foram chamados para atender a uma ocorrência de mal súbito na Avenida Beira Mar. Ao chegarem no local, já encontraram Daniel sem vida. A Polícia Civil ainda não foi acionada para investigar o caso.

Daniel era filho do presidente nacional do partido, Daniel Sampaio Tourinho . A causa da morte não foi divulgada e não há informações sobre o enterro do político.

Leia também: Com filho preso, Flordelis pede justiça pela morte do marido: "Seja quem for"

"A família PTC vem a público lamentar com muita dor a morte do presidente regional do partido, Daniel Tourinho Filho. Já faz algum tempo que o presidente enfrentava problemas de saúde, tendo sido atendido em outras ocasiões em rede hospitalar. Daniel vinha trabalhando de forma incansável para montar nominatas justas em todo Rio de Janeiro. A política de nosso estado perde uma grande figura, atuante e sonhador de um mundo melhor para todos. Descanse em paz", disse o partido, em nota.

Leia também: Após católicos, Chalita consegue apoio de evangélicos

Nas redes sociais, amigos e membros do PTC fizeram homenagens para Daniel. "Momentos que sempre guardaremos em nossas lembranças e corações", escreveu o partido na legenda de uma imagem em que o político aparece rodeado de pessoas.