Tamanho do texto

Em rede social, Filipe Martins cita versículo que fala em clamor das pedras; chamas na Catedral começaram no fim da tarde em Paris (13h50 de Brasília)

catedral de Notre-Dame
Reprodução
Incêndio atinge a catedral de Notre-Dame, na França

Minutos depois do incêndio que tomou conta da catedral de Notre-Dame , em Paris, o assessor especial para assuntos internacionais do presidente JairBolsonaro , Filipe Martins, usou uma rede social para publicar um versículo de Lucas: "Eu digo a vocês", respondeu ele; "se eles se calarem, as pedras clamarão."

Nos comentários, ele escreveu minutos depois: "Seja qual for a causa do incêndio , essa é uma imagem profundamente triste e lamentável. Precisamos cuidar melhor da nossa civilização, como já havíamos sido lembrados pelo incêndio do nosso museu nacional no ano passado."

Diante das chamas que consomem a catedral de Notre-Dame , um porta-voz da igreja afirmou nesta segunda-feira que "não restará nada" da sua estrutura interior feita de madeira. Em poucos minutos, as chamas consumiram todo o telhado e a torre do monumento, levando-os abaixo. 

"Está tudo queimando, não restará nada da estrutura, que data do século XIX de um lado e do XIII do outro", lamentou André Finot.

Segundo Emmanuel Grégoire, vice-prefeito de Paris , uma missão especial foi iniciada para tentar salvar as obras de arte no local. Dentro da igreja, há um acervo de importância artística inestimável, incluindo um órgão do século XVII ainda em funcionamento. Há também pinturas e gravuras que relatam a História da catedral e da cidade de Paris.

Dezesseis estátuas de bronze haviam sido removidas na semana passada por conta das reformas do edifício que estão em curso. 

Segundo o corpo de bombeiros, o incêndio provavelmente está ligado às obras. A procuradoria francesa já abriu uma investigação para determinar o que iniciou o fogo.

De acordo com o porta-voz de Notre-Dame, o incêndio foi declarado às 18h50 do horário local (13h50 de Brasília), praticamente na mesma hora em que acaba o horário de visitação (18h45).