Tamanho do texto

Os dois homens de Bolsonaro iriam apresentar, juntos, painel sobre o futuro do Brasil; porém, médicos recomendaram a Guedes um repouso absoluto

Paulo Guedes cancelou viagem à Europa, onde participaria de evento, apresentando um painel sobre o futuro do Brasil
José Cruz/Agência Brasil
Paulo Guedes cancelou viagem à Europa, onde participaria de evento, apresentando um painel sobre o futuro do Brasil

Guru do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, cancelou a sua participação no evento "Grandes desafios da América Ibérica", organizado pela Fundación Internacional para la Libertad, em Madri, nesta semana. O motivo do cancelamento foi uma recomendação médica. 

Leia também: Onyx vai se reunir com PSDB, MDB, PR e PRB para aumentar base no Congresso

De acordo com a assessoria de Paulo Guedes , o economista está com febre alta, resultante de uma infecção viral nas vias respiratórias. Por conta disso, ele recebeu recomendações médicas para manter repouso absoluto e viagens de avião, nesta semana, foram desaconselhadas. 

No evento, Guedes participaria – ao lado do também futuro ministro de Bolsonaro, que vai assumir a pasta da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro – de um painel intitulado "Brasil, principais alinhamentos do novo governo". Mediado por Vargas Llosa, presidente da fundação, o painel seria pautado justamente pelas mudanças que o novo governo pretende instaurar no País, a partir de 2019. 

A intenção inicial dessa viagem também era a de aproveitar a viagem apresentar a agenda econômica do próximo governo aos grandes investidores interessados no Brasil e mídia especializada, que estaria em Madri para cobrir o evento. Todos os compromissos foram adiados e, parte deles, cancelados.

Leia também: Polícia Federal vai investigar negócios suspeitos de Guedes com fundos de pensão

Por conta disso, a segunda-feira será de agenda mais tranquila para a equipe de transição. Afinal, o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni , que assumirá a Casa Civil no governo Bolsonaro, será o único a manter sua agenda nesta segunda. Em Brasília, o coordenador dos trabalhos de mudança de governo, que ocorrem no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), terá reuniões internas com técnicos ao longo do dia.

Onyx também deve se preparar para acompanhar as reuniões do presidente eleito a partir desta terça-feira (4), quando Bolsonaro chega a Brasília. Ainda para amanhã, estão em sua agenda encontros com as bancadas do MDB e PRB que, juntas, têm mais de 60 parlamentares. No quarta-feira (5), Bolsonaro e Onyx se reunirão com as bancadas do PR e PSDB.

Leia também: Frente a uma semana intensa, Bolsonaro pede pelo fim do "ódio sem necessidade"

A expectativa agora é de que Paulo Guedes permaneça em sua casa, no Rio de Janeiro, durante toda a semana, até que se recupere da infecção nas vias respiratórias. 

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.