Tamanho do texto

Somadas, páginas como 'Movimento Contra Corrupção' e 'Folha Política' tinham engajamento superior a de Neymar ou Anitta; site diz que donos dessas contas violaram política de autenticidade ao usar perfis fakes

Perfis de apoio a Bolsonaro no Facebook violam políticas de autenticidade e de spam, segundo site
shutterstock
Perfis de apoio a Bolsonaro no Facebook violam políticas de autenticidade e de spam, segundo site

O Facebook anunciou nesta segunda-feira (22) a remoção de 68 páginas e de 43 perfis ligados a uma rede que espalhava conteúdo simpático ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL). Essas contas de apoio a Bolsonaro no Facebook pertenciam ao grupo Raposo Fernandes Associados (RFA) e, somadas, tiveram 12,6 milhões de interações em apenas um mês, conforme apontou reportagem do jornal O Estado de São Paulo .

Leia também: WhatsApp baniu 100 mil usuários por uso irregular – incluindo filho de Bolsonaro

Dentre as páginas que divulgavam conteúdos voltados ao público conservador, antipetista e pró- Bolsonaro no Facebook e foram removidas estão a Folha Política, a MCC - Movimento Contra Corrupção, a TV Revolta e a Correio do Poder.

O site justificou a exclusão dessas páginas alegando que elas foram criadas mediante a utilização de perfis falsos – o que viola os termos de uso da rede social. Além disso, as páginas veiculavam artigos com conteúdos considerados “caça-cliques”, direcionando os usuários a sites fora do Facebook com grande quantidade de anúncios e pouco conteúdo informativo.

Em nota, a empresa ressaltou que a remoção das páginas pró-Bolsonaro  se deveu a essas violações das normas internas (chamada “Padrões da Comunidade”), e não ao conteúdo veiculado.

“Nós baseamos nossa decisão de remover essas Páginas pelo comportamento delas – como o fato de que estavam usando contas falsas e repetidamente publicando spam –, e não pelo conteúdo que estavam postando. Esse comportamento foi detectado no Facebook, e não há sinais de abuso em nossos outros aplicativos”, diz o texto.

Leia também: PF abre inquérito para investigar fake news contra candidatos no WhatsApp

Contas de apoio a Bolsonaro no Facebook espalharam "conteúdo sensacionalista"

Páginas de apoio a Bolsonaro no Facebook foram removidas nesta segunda-feira
Fernando Frazão/Agência Brasil - 13.10.18
Páginas de apoio a Bolsonaro no Facebook foram removidas nesta segunda-feira

A plataforma acrescenta que, embora a prática de spam seja normalmente vinculada à oferta de serviços e bens de maneira fraudulenta, a empresa tem registrado páginas e perfis disseminando “conteúdo sensacionalista político”, em todos os espectros ideológicos, para direcionar tráfego dos usuários a sites fora da rede social e ganhar dinheiro com a venda de anúncio neles. De acordo com a empresa, o grupo RFA agia desta maneira.

O caso foi revelado pelo jornal  O Estado de S. Paulo  no dia 12 deste mês. De acordo com a reportagem, a RFA montou um "império" de páginas e sites e o Facebook investigava a rede em sigilo.

Leia também: Deputado do PSL diz que Bíblia dada a Haddad foi ao lixo; petista relata furto

Até a publicação da reportagem, não conseguimos contato com os donos da RFA e das páginas de apoio a Bolsonaro no Facebook . Até o momento, o candidato Jair Bolsonaro não se manifestou sobre o caso em suas redes sociais. 

*Com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: Facebook