Em nota, o hospital Albert Einstein informou que Bolsonaro
Reprodução/Instagram
Em nota, o hospital Albert Einstein informou que Bolsonaro "evolui com melhora clínica progressiva" e que segue em recuperação dos movimentos intestinais

Na tarde deste sábado (22), Jair Bolsonaro, candidato do PSL (Partido Social Liberal) à Presidência da República, foi transferido da unidade semi-intensiva para um quarto do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Leia também: Em primeira entrevista após ataque, Bolsonaro se diz alvo de covardia de Alckmin

Em nota, o hospital informou que Bolsonaro "evolui com melhora clínica progressiva" e que segue em recuperação dos movimentos intestinais, "recebendo dieta pastosa em associação à nutrição parenteral", isto é, feita por uma via diferente da gastro-intestinal.

O boletim ainda comunicou que o deputado "está mantendo as medidas de prevenção de trombose venosa", além de estar realizando "exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto". 

Últimos exames de Bolsonaro

Em sua conta no Twitter, Bolsonaro publicou um vídeo caminhando após passar pelo procedimento de drenagem guiada por imagem para retirar um líquido que se acumulou ao lado do intestino
Reprodução
Em sua conta no Twitter, Bolsonaro publicou um vídeo caminhando após passar pelo procedimento de drenagem guiada por imagem para retirar um líquido que se acumulou ao lado do intestino

Na última quinta-feira (20), ainda de acordo com o hospital, o presidenciável foi submetido a uma drenagem guiada por imagem depois de um exame de tomografia indicar a presença de líquido ao lado do intestino. Em sua conta no Twitter , Bolsonaro publicou um vídeo caminhando após passar pelo procedimento.

Leia também: Paulo Guedes cancela compromissos após Bolsonaro baixar ordem de silêncio

Você viu?

O problema foi descoberto por causa de um aumento da temperatura corporal do candidato, que chegou a 37,7 ºC. Os médicos realizaram uma tomografia computadorizada de tórax e abdômen que, mais tarde, evidenciou uma "pequena coleção de líquido ao lado do intestino". Segundo o hospital, Bolsonaro agora "está com dreno no local e evolui sem dor".


No vídeo publicado em seu Twitter, o deputado caminha sozinho, mas acompanhado de uma enfermeira, que empurra um carrinho do tipo que comporta soro e medicamento. Uma voz masculina, de quem filma o vídeo, diz: "Dia 20 do nove, cinco e 33 da tarde, após uma pequena drenagem. Já está caminhando novamente... Tá forte, hein, cara".

Bolsonaro sinaliza com um "joinha" e comenta: "Me aguarde, hein. Primeiro turno , hein, pessoal". Junto do vídeo, o presidenciável escreveu a seguinte mensagem: "Tentaram nos tirar da disputa na covardia, mas o esforço de cada um, mesmo no momento mais crítico, só nos ergue ainda mais".

Leia também: Bolsonaro é "ameaça para o Brasil e para a América Latina", diz The Economist

"Estamos mostrando que é possível vencer sem vender a alma, sem mentiras, e isso ninguém vai apagar! Vamos em frente! Chega de facções comandando o Brasil!", completa Bolsonaro no tuíte.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários