Tamanho do texto

O deputado federal do PR participou da convenção do partido neste sábado; ao lado de Alckmin, o humorista confirmou que tentará reeleição em 2018

Tiririca anuncia que concorrerá à vaga de deputado federal novamente em convenção do PR neste sábado
Nilson Bastian/ Câmara dos Deputados 17.04.2016
Tiririca anuncia que concorrerá à vaga de deputado federal novamente em convenção do PR neste sábado

Em dezembro do ano passado, o deputado federal Francisco Everaldo Oliveira Silva, o Tiririca (PR-SP), anunciou que iria abandonar a vida pública por estar “com vergonha da política do País ”. Contudo, na convenção nacional do seu partido realizada neste sábado (4), o humorista voltou atrás e disse que irá tentar reeleição em 2018.

Tiririca explicou que decidiu disputar mais um mandado – seu terceiro – em 2018 “por pedido do povo”. Segundo o humorista, eleitores clamaram para que não desistisse do Congresso, e que, agora, seu objetivo é superar o médico Eneas Carneiro, eleito em 2002 com 1,57 milhões de votos, sendo o deputado federal mais votado da história do País.

Questionado durante a convenção se a decisão não era incoerente, dado o discurso duro feito quando anunciou a desistência da política, ele justificou ter mudado de ideia. “Quando eu me separei, disse que nunca casaria de novo, e estou casado. A gente muda de ideia”, defendeu.

A convenção do PR aconteceu neste sábado, quando o partido oficializou o apoio ao candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin. Ainda durante sua fala, o parlamentar mostrou apoio ao tucano, destacando ‘sua honestidade’.

“Geraldo, você tem meu apoio. O país está precisando de gente honesta como você”, afirmou. O presidenciável respondeu, então, que tem certeza “de que com a força do PR, nós vamos chegar lá”.

“Estou mais preparado [do que em 2006, quando também disputou ao Planalto e perdeu para Lula], e agora estou do lado do campeão de votos Tiririca, para ver se passa um pouquinho para mim”, completou o Alckmin.

“Triste para caramba”, disse Tiririca ao anunciar saída

Parlamentar mais bem votado em 2010, Tiririca fez discurso duro contra trabalho do Congresso em 2017
Reprodução/TV Câmara
Parlamentar mais bem votado em 2010, Tiririca fez discurso duro contra trabalho do Congresso em 2017

No dia seis de dezembro do ano passado, o deputado federal mais bem votado em 2010 anunciou que deixaria a vida pública e, portanto, não tentaria reeleição em 2018. No único discurso feito pelo parlamentar na tribuna, ele justificou a decisão dizendo ter vergonha do trabalho realizado no Congresso Nacional .

"Eu subo nessa tribuna pela primeira vez e pela última vez. Não por morte, mas porque estou abandonando a vida pública", anunciou. "E eu tô saindo triste para caramba, muito chateado mesmo", continuou.

Leia também: PSDB torna oficial candidatura de Geraldo Alckmin em convenção neste sábado

"Seria hipócrita se eu não falasse realmente que estou decepcionado. Decepcionado com a política brasileira, decepcionado com muitos de vocês, muitos", afirmou. "Saio totalmente com vergonha. Não são todos, mas eu queria que vocês tivessem um olhar pelo nosso país, pela nossa saúde”.

"Vamos esquecer um pouco as brigas, vamos esquecer um pouco o ego. E vamos olhar para o nosso povo. O povo que eu falo é a aquele povo que necessita de saúde e eu tenho certeza que nenhum de vocês passaram por isso. A gente sabe que todos nós ganhamos bem para trabalhar, nem todos trabalham", proferiu Tiririca .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.