Tamanho do texto

Manifestantes fazem atos em pelo menos 22 estados e no Distrito Federal; grupos se posicionam a favor e contrários à condenação do ex-presidente

Manifestantes contrários ao petista fazem ato no vão do Masp no dia do julgamento de Lula; houve apoio a Bolsonaro
Reprodução/Facebook
Manifestantes contrários ao petista fazem ato no vão do Masp no dia do julgamento de Lula; houve apoio a Bolsonaro

Nesta quarta-feira (24), dia do julgamento do recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, uma série de manifestantes saíram às ruas em todo o País para protestar contra e a favor da condenação do petista na segunda instância da Justiça. O julgamento de Lula está sendo transmitido ao vivo pelo iG .

Lula está recorrendo contra a condenação de 9 anos e seis meses de prisão, proferida pelo juiz federal Sérgio Moro, no caso do tríplex do Guarujá. A sessão que do julgamento de Lula no TRF-4 começou pontualmente às 8h30. As manifestações, no entanto, acontecem desde antes do dia raiar. 

Os protestos foram registrados em ao menos 22 estados e no Distrito Federal: Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

São Paulo

Na capital paulista, desde o meio-dia desta quarta, quando o voto do desembargador relator era lido no Tribunal, um grupo contrário ao ex-presidente se concentra no vão-livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Entoando cantos contrários ao petista, os manifestantes portam faixas e gritam apoio ao juiz federal Sérgio Moro. Dois carros de som ocupam duas faixas da avenida, no sentido Consolação. De acordo com as informações da Polícia Militar, a manifestação provoca lentidão no trânsito, mas nenhum incidente foi registrado.

Um vídeo gravado pelo portal Crítica Nacional mostra os manifestantes vestindo verde e amarelo no entorno de um carro de som. Confira:

Parte dos manifestantes ainda demonstra apoio ao pré-candidato Jair Bolsonaro, com versos como “12345 mil eu quero Bolsonaro presidente do Brasil”. Outro canto entoado na Paulista é o já clássico “a nossa bandeira jamais será vermelha”.

Leia também: "Se preparem porque a gente vai voltar", diz Lula durante julgamento no TRF-4

Por enquanto, o ex-presidente acompanha o julgamento em uma sala reservada no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP). Militantes acompanham a sessão por um telão instalado no local. O ex-presidente planeja sair nas ruas em um ato programado para começar às 17h, na Praça da República, na capital. 

Salvador

Um grupo de integrantes de movimentos sociais, sindicalistas e simpatizantes do ex-presidente bloquearam, logo nas primeiras horas de hoje (24), a avenida que dá acesso ao Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães, em Salvador.

A fim de evitar conflitos, a Polícia Militar intensificou o policiamento ostensivo na região.

Os manifestantes começaram a se concentrar próximo ao local do bloqueio por volta das 4h30 desta quarta. Segundo a Superintendência de Trânsito (TranSalvador), a Avenida Tenente Frederico Gustavo dos Santos, que dá acesso ao aeroporto, estava totalmente bloqueada por volta das 6h20, mas já foi liberada.

Muitos passageiros tiveram que seguir a pé até o aeroporto para não perder seus voos. Após liberarem o acesso ao aeroporto, os manifestantes seguiram em caminhada até a Câmara Municipal de Lauro de Freitas, onde de acordo com a PM, o ato foi encerrado ainda pela manhã.

Pouco após as 10h30, a TranSalvador registrava o início de um segundo bloqueio, desta vez na Avenida Sete de Setembro, próximo à Praça da Piedade, na região central.

Recife

Desde esta terça-feira (23), atos de apoio ao ex-presidente foram registrados em várias cidades pernambucanas, como Petrolina, Garanhuns e Caruaru. Segundo a Polícia Militar, não houve registros de confusões.

Leia também: Porto Alegre amanhece sob protestos contrários e a favor da condenação de Lula

No Recife, integrantes da Frente Brasil Popular, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e de outros movimentos sociais estão reunidos na Praça Tiradentes, onde acompanham a transmissão do julgamento do recurso por meio de um telão instalado no local.

Paraná

Em Curitiba, cidade icônica na Operação Lava Jato, duas manifestações foram registradas pela manhã. Uma era a favor do ex-presidente e a outra era contrária. 

A diferença entre os protestos, porém, foi na concentração de pessoas: enquanto a Polícia Militar contou cerca de 100 pessoas na manifestação a favor do petista, na Praça Santos Andrade, no centro da capital paranaense, apenas 10 pessoas foram registradas na manifestação contrária ao ex-presidente.

Minas Gerais

Em Minas Gerais, um grupo de pessoas fez uma vigília na porta da Justiça Federal de Belo Horizonte, dando início à manifestação a favor do ex-presidente perto das 9h. 

Na cidade de Capitão Enéas, manifestantes a favor de Lula bloquearam uma estrada vicinal. Cerca de 50 pessoas participaram do ato e a Polícia Militar não divulgou números.

Em Uberlândia, integrantes de movimentos sociais fizeram uma caminhada em apoio a Lula. A Polícia Militar acompanhou o protesto e contabilizou pelo menos 70 pessoas. Em contraponto, a organização do movimento informou que estavam presentes 400 pessoas.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.