Tamanho do texto

Levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas revela que o índice de desaprovação do presidente atingiu o maior nível desde junho de 2016

Governo do presidente Temer atingiu o maior índice de desaprovação desde o início do mandato, em maio de 2016
Beto Barata/PR - 19.1.2017
Governo do presidente Temer atingiu o maior índice de desaprovação desde o início do mandato, em maio de 2016

Levantamento divulgado nesta quarta-feira (15) pelo instituto Paraná Pesquisas revela que 49,8% dos brasileiros consideram o governo do presidente Michel Temer (PMDB) como ruim ou péssimo. A gestão do peemedebista é considerada como ótima por 1,2% dos entrevistados, enquanto 11,2% a classificam como boa.

LEIA MAIS: Temer diz ver com "tranquilidade" decisão do STF sobre Moreira Franco

Dentre os que disseram reprovar o governo Temer, 18,3% definem como péssimo o mandato do peemedebista, que teve início em maio do ano passado. Outros 31,5% avaliam a administração atual como ruim, enquanto 35,8% consideram como regular a atuação do presidente. Os 2% dos participantes restantes não opinaram.

A pesquisa revela que o índice de aprovação da gestão Temer vem caindo ao longo dos meses. Em junho de 2016, pouco depois de assumir o Planalto – ainda como interino –, o presidente era aprovado por 36,2% da população, percentual que subiu para 38,9% em julho e para 40,6% em agosto.  Em dezembro, entretanto, o índice de aprovação caiu para 30,7% e, em fevereiro deste ano, nova redução, chegando aos atuais 29,5%.

O percentual de entrevistados que desaprovam a administração do peemedebista chegou a 66%, o mais alto desde junho do ano passado. Entre as mulheres, a desaprovação é de 68,2%, enquanto o índice atingiu 64,9% entre os homens. Proporcionalmente, a rejeição é maior na faixa etária entre 25 e 34 anos (69,7%) e menor entre aqueles com mais de 60 anos (61,6%).

LEIA MAIS: Temer chama massacre em Manaus de "acidente pavoroso" e anuncia presídios

No recorte que leva em conta a escolaridade dos entrevistados, Temer obtém maior índice de aprovação entre os que possuem ensino superior completo (31,3%). O menor nível foi registrado entre os participantes com ensino médio completo: 27,7%.

Na Região Sul, foi registrado o maior índice de aprovação da administração do peemedebista: 34,8%. O menor percentual foi no Nordeste, onde somente 21,3% da população aprova a atual gestão.

A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 15 de fevereiro em 146 municípios divididos em 26 Estados brasileiros e no Distrito Federal. Foram ouvidos 2.020 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

CNT/MDA

Ainda nesta quarta-feira, foi divulgada outra pesquisa de avaliação sobre a atuação de Temer no Palácio do Planalto. O levantamento, encomendado pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) ao Instituto MDA, revelou que somente 10,3% dos brasileiros entrevistados consideram positiva a gestão do peemedebista, enquanto 44,1% a avaliaram de forma negativa. No fim do ano passado, 14,6% avaliavam positivamente e 36,7%, negativamente.

Além de avaliar o governo, a pesquisa simulou o cenário para a eleição presidencial de 2018. Segundo o levantamento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as intenções de voto para o primeiro turno  tanto na pesquisa estimulada quanto na espontânea. O petista também ganha em todos os cenários que simulam um segundo turno com ele e outro candidato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.