Tamanho do texto

Dois cargos tiveram de ser escolhidos após realização de segundo turno; deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi reeleito como presidente da Casa

Deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi reeleito como presidente da Câmara para o biênio entre 2017 e 2018
Lucio Bernardo Jr./Câmara dos Deputados - 2.2.2017
Deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi reeleito como presidente da Câmara para o biênio entre 2017 e 2018

Terminou na tarde desta quinta-feira (2) a eleição para a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Os cargos de 1º vice-presidente e 3º secretário da Casa tiveram de ser definidos em segundo turno, pois nenhum dos postulantes obteve, na primeira etapa, maioria absoluta, o equivalente a 257 votos.

O segundo turno da eleição para esses cargos na Câmara foi comandado por Rodrigo Maia (DEM-RJ), que foi reeleito presidente da Casa para o biênio 2017-2018 . Ele, que assumiu o posto no meio do ano passado após a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), recebeu 293 votos nesta quinta-feira (2).

Para a 1ª vice-presidência, foi eleito o deputado Fabio Ramalho (PMDB-MG), que concorreu contra Osmar Serraglio (PMDB-PR). No primeiro turno, eles receberam 192 e 154 votos, respectivamente. Mesmo diante dos apelos do líder do PMDB , Baleia Rossi (SP), em torno da unidade, o candidato oficial do partido, Lúcio Vieira Lima (BA), ficou em terceiro lugar, com 133 votos.

O cargo de 3º secretário, que também foi disputado no segundo turno, ficará com João Henrique Caldas, o JHC (PSB-AL), que disputou contra João Fernando Coutinho (PSB-PE). Na primeira votação, JHC teve 248 votos, enquanto Coutinho recebeu 219 sufrágios.

A 2ª vice-presidência será ocupada por André Fufuca (PP-MA), que conquistou 283 votos contra os 166 dados ao ex-líder do partido Eduardo da Fonte (PE).

O cargo de 1º secretário ficou com Giacobo (PR-PR), que teve 406 votos. Até então, o parlamentar ocupava o cargo de 2º vice-presidente da Casa.

LEIA MAIS: Candidatura de Rodrigo Maia é autorizada pelo ministro Celso de Mello, do STF

A deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) que conquistou 416 votos, ficará com a 1ª secretaria. Ela conseguiu a unidade dos tucanos após a desistência do ex-líder da bancada Carlos Sampaio (SP), que desistiu da disputa.

Rômulo Gouveia (PSD-PB) se elegeu para a 4ª secretaria com 433 votos e encerrou os cargos da Mesa Diretora para 2017 e 2018.

Como suplentes, foram eleitos: Dagoberto (PDT-MS), com 402 votos; Pedro Uczai (PT-SC), com 377 votos; César Halum (PRB-TO), com 383 votos, e Carlos Manato (SD-ES), com 170 votos.

Senado

No Senado, Eunício de Oliveira (PMDB-CE) foi eleito ontem como presidente do Senado para o biênio 2017/2018 . Ele teve 61 votos e venceu o senador José Medeiros (PSD-MT), que conquistou o apoio de dez parlamentares. Outros dez votaram em branco.

Ainda nesta quinta-feira será realizada a sessão solene de reabertura dos trabalhos do Congresso Nacional, no plenário da Câmara dos Deputados. A mensagem presidencial ao Congresso será apresentada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha.


* Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.