Tamanho do texto

Dirigente máximo do partido reafirmou também que espera que seu candidato para 2018, o ex-presidente Lula assuma a presidência do PT

Rui Falcão e Lula: o atual presidente do partido espera que o ex-presidente da República assuma o comando do partido
Ricardo Stuckert 14.09.2016
Rui Falcão e Lula: o atual presidente do partido espera que o ex-presidente da República assuma o comando do partido

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Rui Falcão, defendeu que denúncias de corrupção contra petistas importantes como os ex-ministros José Dirceu e Antonio Palocci, que cumprem prisão preventiva em Curitiba, sejam julgadas por um processo interno do PT.

LEIA TAMBÉM:  PT deve apoiar ex-ministro de Dilma em disputa pela presidência da Câmara

A declaração foi feita em entrevista foi publicada neste domingo (25), pelo jornal O Estado de S. Paulo . Essa é a primeira vez que Rui Falcão defende a apuração de atos ilícitos de filiados graduados desde a eclosão da Operação Lava Jato, em março de 2014.

O dirigente máximo petista , que deixa o comando do partido no primeiro semestre de 2017, defendeu ainda a antecipação das eleições presidenciais, afirmando que "é preciso dar um fim neste programa recessivo com a substituição do governo".

O presidente do PT disse ainda que não se incomoda com a relação que Lula manteve com empreiteiras, como as investigadas pela Operação Lava Jato. "A relação que ele teve com as empreiteiras é pública. Ele ajudou de forma legítima para que estas pudessem ter contratos no exterior gerando empregos e divisas para o Brasil", afirma.

VEJA AINDA:  Pronunciamento de Temer é marcado por #RalaTemer no Twitter e tímido 'panelaço'

O dirigente do partido reafirmou também que espera que o ex-presidente Lula assuma a presidência nacional do PT. "Ele está sendo parcialmente convencido", afirmou.

Sobre os filiados envolvidos em esquemas de corrupção, Falcão afirmou que todos serão julgados pelo partido. "Vamos dar o direito de defesa a todos companheiros que são acusados sem provas, através de delações, de terem comportamento incorreto. Não só a Zé Dirceu e Palocci", afirmou.

A discussão de tais casos, segundo Rui Falcão, pode acarretar na expulsão de alguns dos filiados do PT.

Repercussão da entrevista do presidente do PT

A entrevista com o dirigente petista repercutiu neste domingo, alcançando o Trending Topics (TTs) do Twitter. O termo 'Rui Falcão' ficou entre os mais tuitados no Brasil durante a manhã e parte da tarde deste domingo.

E MAIS:  Delação da Odebrecht revela estratégia para manter influência de Lula

No Twitter, os internautas se revoltaram contra o trecho da entrevista em que Rui Falcão diz que os membros do PT devem ser julgados pelo próprio partido. Para eles, tal afirmação seria uma afronta ao sistema judiciário brasileiro.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.