Tamanho do texto

Ministros Raimundo Carreiro e José Monteiro tomaram posse nesta quarta-feira (14) como presidente e vice-presidente do Tribunal de Contas da União

Ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz, empossa o novo presidente Raimundo Carreiro
Marcos Corrêa/PR
Ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz, empossa o novo presidente Raimundo Carreiro

O presidente Michel Temer participou, na manhã desta quarta-feira (14), da cerimônia de posse dos ministros Raimundo Carreiro e José Múcio Monteiro como presidente e vice-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), para o próximo biênio. Ao discursar, Carreiro disse que “ninguém tolera mais o mal da corrupção, crime que assola e vitimiza toda a sociedade”.

LEIA MAIS: Tribunal Superior Eleitoral vai julgar chapa Dilma-Temer no ano que vem

Em seu pronunciamento, na sede do TCU , o novo presidente lembrou que “para cada real investido pela sociedade no Trinunal de Contas em 2015, o País economizou R$ 13”. Ele ainda acrescentou que, em momentos de crise, é natural que a sociedade, “carente de serviços de qualidade”, questione o uso dos recursos públicos.

“Neste sentido, verificamos ser necessário que o princípio da eficiência oriente cada vez mais as ações dos agentes públicos. É preciso fazer mais com menos. Não há mais lugar para o desperdício e a burocracia”, disse o novo presidente do tribunal.

Carreiro afirmou que para o TCU atingir sua missão, tem de atuar em duas frentes: prevenção e correição, para que o administrador público administre o dinheiro público de forma a coibir a malversação e contribuir no combate às fraudes e à corrupção.

LEIA MAIS: Assessor de Temer acusado de receber propina da Odebrecht pede demissão

Formado em Direito pelo Ceub, em Brasília, em 1981, Raimundo Carreiro foi servidor do Senado até se aposentar como Analista Legislativo em 2007. Naquele ano, ocupava o cargo de secretário-geral da Mesa, nomeado pelo senador José Sarney. Ainda em 2007 foi indicado para a vaga destinada ao Senado no TCU. Entre 1990 e 1992, foi vereador e presidente da Câmara Legislativa pelo município maranhense de São Raimundo das Mangabeiras.

Quem é o vice

O novo vice-presidente do TCU, José Múcio Monteiro, é engenheiro civil formado em 1971 pela Escola Politécnica de Pernambuco em 1971. Foi vice-prefeito e prefeito de Rio Formoso (PE) entre 1982 e 1983. Em 1980, filiou-se ao PDS, migrando posteriormente para o PFL, atual DEM.

LEIA MAIS:  PGR nega acelerar investigações da Lava Jato após pedido de Temer

Desde 1990, o novo vice-presidente do TCU conseguiu ser eleito seguidas vezes deputado federal. Em 2001, teve rápida passagem pelo PSDB para, em 2003, filiar-se ao PTB.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.