Tamanho do texto

Imagem foi registrada durante evento que premiou Michel Temer como o Brasileiro do Ano, Sérgio Moro na categoria Justiça e João Dória em Política

Na imagem, o presidente Michel Temer (PMDB) aparece sentado em uma poltrona em frente a Sérgio Moro e Aécio Neves (PSDB)
Reprodução/Twitter
Na imagem, o presidente Michel Temer (PMDB) aparece sentado em uma poltrona em frente a Sérgio Moro e Aécio Neves (PSDB)

A internet, nesta quarta-feira (7), amanheceu repetitiva. Isso porque, seja no Twitter ou no Facebook, a foto acima – com o juiz Sérgio Moro rindo ao lado do senador Aécio Neves (PSDB) – já deve ter aparecido e continuará sendo publicada diversas vezes na sua timeline. A imagem foi registrada durante o evento Brasileiros do Ano 2016, da revista Istoé , que aconteceu na noite desta terça-feira (6), no Citibank Hall, na zona Sul de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:  Juiz Sérgio Moro critica projeto de lei que anistia o caixa dois

Moro e Aécio entraram nos Trending Topics (TTs) do Twitter logo durante a madrugada. Nesta manhã, a imagem ilustrou diversos memes que ironizam a suposta intimidade entre o juiz responsável pela Operação Lava Jato e o político que já foi citado algumas vezes durante as investigações.

Embora muitos internautas tenham se incomodado com a imagem e se revoltado contra a possibilidade de os dois estarem rindo de algo relacionado à operação da PF ou à situação do governo do País, outros defenderam que a foto é apenas mais uma com figuras políticas e públicas sendo cordiais uma com as outras. 

No entanto, os internautas argumentam que Moro é um juiz, não um político, e que a insenção é uma de suas obrigações, como membro do Poder Judiciário. Na imagem, o presidente Michel Temer (PMDB) aparece sentado em uma poltrona em frente aos dois, totalmente alheio à conversa que acontecia atrás dele, mas também foi incluído na brincadeira.

Veja mais alguns tweets sobre o assunto:




Premiados

Nesta edição do prêmio Brasileiros do Ano, a revista Istoé homenageou onze pessoas nas categorias Justiça, Televisão, Esporte, Teatro, Gestão, Política, Moda, Comunicação, Música, Cultura e a categoria que dá nome ao evento, Brasileiro do Ano.

VEJA AINDA:  Defesa de Lula pede a prisão de Sérgio Moro

O vencedor desta última foi Temer. “Este prêmio é um incentivo para mim e para o nosso governo num momento de grandes dificuldades para o País”, afirmou. “Nós temos que aproveitar a crise, que, no geral, é mobilizadora dos governos e das pessoas. O Brasil tem potencialidades extraordinárias e tem um povo extraordinário. Embora tenhamos apanhado um País em crise, um País em recessão – vamos sair dela”, disse Temer. “Vamos alcançar o crescimento e o pleno emprego. O prêmio serve de mobilizador e motivador para que nós salvemos o País”.

Sergio Moro recebeu a premiação na categoria Justiça e aproveitou o discurso para destacar o trabalho do Judiciário e elogiar a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF). “Recebo este prêmio não como um reconhecimento pessoal, mas como um reconhecimento de um trabalho institucional, que envolve a primeira instância, as cortes de apelação, o superior tribunal de Justiça e o STF. O cidadão pode confiar na Justiça brasileira essa confiança é essencial. Recebo este prêmio muito humildemente”.

E MAIS:  "Continuaremos apoiando Temer", afirma Aécio após demissão de Geddel

Os demais premiados foram a atriz Grazi Massafera (Televisão), o atleta Isaquias Queiroz (Esporte), o ator Antonio Fagundes (Teatro), o prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes (Gestão), o prefeito eleito de São Paulo João Dória (Revelação Política), a modelo Laís Ribeiro (Moda), o jornalista Ricardo Boechat (Comunicação), a cantora Ludmilla (Música) e o autor de novelas Benedito Ruy Barbosa (Cultura). Aécio não recebeu nenhum prêmio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.