Tamanho do texto

Ministros Bruno Araújo (Cidades) e Fernando Coelho Filho (Minas e Energia) retomarão mandatos na Câmara para votar projeto de interesse do governo

Michel Temer se reuniu nesse domingo com parlamentares da base aliada do governo para pedir apoio em votação
Beto Barata/PR - 21.9.16
Michel Temer se reuniu nesse domingo com parlamentares da base aliada do governo para pedir apoio em votação

O presidente Michel Temer exonerou os ministros Bruno Araújo, do Ministério das Cidades, e Fernando Coelho Filho, do Ministério de Minas e Energia. As duas exonerações temporárias foram publicadas na edição desta segunda-feira (10) do "Diário Oficial da União".

A medida vai permitir que os dois ministros retomem seus mandatos de deputados federais para participarem da sessão da Câmara marcada para votar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que cria um teto para os gastos públicos. A sessão está marcada para ocorrer ainda nesta segunda-feira.

LEIA TAMBÉM:  PEC do Teto de Gastos é considerada primeiro passo para saída da crise econômica

Confiante na aprovação da PEC, o governo espera contar com mais de 350 votos para garantir a proposta. A afirmação é do ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, responsável pela articulação política do governo.

O ministro falou com a imprensa após jantar oferecido pelo presidente Michel Temer  na noite desse domingo (9), no Palácio da Alvorada, a deputados que integram partidos da base aliada. Durante o jantar, o presidente pediu aos parlamentares apoio para a aprovação da proposta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.