Tamanho do texto

Procuradores da força-tarefa começam a ouvir alvos da nova fase da Lava Jato nesta manhã; sete pessoas tiveram a prisão temporária decretada

Agência Brasil

34ª fase da Operação Lava Jato mira irregularidades na contratação de obras para construir plataformas da Petrobras
Marcelo Camargo/Agência Brasil
34ª fase da Operação Lava Jato mira irregularidades na contratação de obras para construir plataformas da Petrobras

Estão previstas para esta sexta-feira (23) as oitivas dos presos temporários da Operação Arquivo X. Segundo documento da Polícia Federal entregue à Justiça Federal do Paraná, as declarações serão colhidas pelos Procuradores da República que trabalham no caso.

Os depoimentos estão previstos para o período da manhã e da tarde desta sexta-feira e serão realizados na Superintendência da PF em Curitiba.

LEIA TAMBÉM:  Moro bloqueia contas de Guido Mantega

Nesta quinta-feira (22) a Polícia Federal, com o apoio da Receita Federal, deflagrou a 34ª fase da Operação Lava Jato, denominada de Arquivo X. Nesta fase são investigados fatos relacionados à contratação pela Petrobras de empresas para a construção de duas plataformas para a exploração de petróleo na camada pré-sal.

Os presos temporários nessa operação foram: Luis Eduardo Neto, Rubem Maciel da Costa Val, Danilo Sousa Baptista, Luis Eduardo Guimarães Carneiro, Luis Claudio Machado Ribeiro, Francisco Corrales Kindelan e Guido Mantega. Já Julio Cesar Oliveira Silva, que também tinha mandado de prisão decretado, está na Espanha e não há indicativo de que retorne ao Brasil.

LEIA TAMBÉM:  "O ministro de Estado pediu, o que é que você faz?": o que Eike disse à Justiça

Preso na manhã desta quinta-feira em São Paulo, o ex-ministro dos governos Lula e Dilma Guido Mantega teve o pedido de prisão revogado horas depois  pelo juiz federal Sérgio Moro. O magistrado considerou que Mantega não representava riscos ao recolhimento de provas, uma vez que estava acompanhando sua mulher em tratamento médico em um hospital.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.