Tamanho do texto

Operação é composta por 11 procuradores federais e estava marcada para ser dissolvida no próximo dia 8 de setembro; a Lava Jato já teve 33 fases

Agência Brasil

Compõem a força-tarefa da Lava Jato o procurador Deltan Dallagnol, que comanda os trabalhos, e mais três assistentes
Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo - 28.4.16
Compõem a força-tarefa da Lava Jato o procurador Deltan Dallagnol, que comanda os trabalhos, e mais três assistentes

O Conselho Superior do Ministério Público Federal prorrogou por mais um ano os trabalhos da força-tarefa da Operação Lava Jato , composta por 11 procuradores federais, que estava marcada para ser dissolvida no próximo dia 8 de setembro.

LEIA MAIS:  Lava Jato ainda não chegou a 1/5 do seu potencial, diz procurador

A decisão foi tomada em sessão ordinária do conselho, realizada nesta terça-feira (6) e presidida pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Além dos 11 integrantes, compõem a força-tarefa da Lava Jato o procurador Deltan Dallagnol, que comanda os trabalhos, e mais três assistentes. Os trabalhos do grupo tiveram início em abril de 2014. A Operação Lava Jato já teve 33 fases.

LEIA MAIS: Lava Jato é exemplo mundial de combate à corrupção, diz juiz americano

Foi prorrogada também a força-tarefa que investiga desvios na Eletronuclear, no âmbito das obras da Usina Nuclear de Angra 3.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.