Tamanho do texto

Ex-mulher do candidato, Alexandra Marcondes, mudou a versão de que Pedro Paulo a atacou e disse que o ex-marido apenas se defendeu

Ex-mulher do candidato peemedebista, Alexandra Marcondes, afirmou ter inventado as denúncias  contra o ex-marido
Divulgação/Site Oficial
Ex-mulher do candidato peemedebista, Alexandra Marcondes, afirmou ter inventado as denúncias contra o ex-marido

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux arquivou o inquérito por lesão corporal contra o candidato do PMDB à prefeitura do Rio de Janeiro, Pedro Paulo, aberto a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) em fevereiro deste ano.

A investigação teve início depois que se tornou pública denúncia de agressão feita pela ex-mulher do candidato, Alexandra Marcondes, em 2010. No fim do ano passado, quando o caso foi divulgado, Alexandra mudou a versão de que Pedro Paulo a atacou e disse que o ex-marido apenas se defendeu de ataques dela. Alexandra disse ter agredido Pedro Paulo ao descobrir que tinha sido traída.

Pedro Paulo, afilhado político do prefeito Eduardo Paes, comemorou a decisão de Fux. O ministro atendeu a pedido da própria procuradoria, que aceitou a sustentação da defesa de que as lesões corporais encontradas em Alexandra, em perícia do Instituto Médico Legal (IML), eram decorrentes de atitude defensiva de Pedro Paulo.

“Recebo com enorme satisfação a decisão do Supremo Tribunal Federal. Ninguém mais do que eu gostaria que a história fosse esclarecida e a justiça fosse feita”, afirmou Pedro Paulo em nota divulgada na manhã desta quarta-feira (17). Pedro Paulo disse ter sido vítima de “acusações levianas e irresponsáveis”. “Apesar dos pré-julgamentos injustos a que fui submetido, sempre tive confiança de que a minha inocência seria provada”, disse o candidato. Ele lamentou que a família tenha sofrido, durante dez meses, “exposição excessiva”.

A denúncia de agressão feita por Alexandra causou grande desgaste na pré-candidatura de Pedro Paulo, no fim do ano passado, mas Paes e o PMDB-RJ insistiram no nome do deputado, ex-secretário de Coordenação de Governo do município. Pedro Paulo concorre à prefeitura em coligação formada por 15 partidos.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.