Tamanho do texto

Presidente do partido estava em Brasília quando soube que PF realizava busca e apreensão no diretório, no centro da cidade

Estadão Conteúdo

Após buscas na sede do PT, Rui Falcão voou para São Paulo e Lula permanece em seu instituito
Paulo Pinto/Agência PT
Após buscas na sede do PT, Rui Falcão voou para São Paulo e Lula permanece em seu instituito


O presidente nacional do PT, Rui Falcão, deixou Brasília em direção a São Paulo depois da deflagração da Operação Custo Brasil pela Polícia Federal. Falcão estava na capital federal quando soube, na manhã desta quinta-feira (23), da prisão do ex-ministro Paulo Bernardo e da ação de busca e apreensão na sede do Partido dos Trabalhadores, na capital paulista.

A assessoria de imprensa do dirigente petista não soube informar se, em São Paulo, ele segue diretamente para a sede do partido, no centro da cidade, ou se pretende falar com a imprensa.

O movimento é tranquilo em frente ao apartamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo, na grande São Paulo. Segundo moradores da região, não houve movimentação diferente no local. Além da imprensa, não há militantes, manifestantes e nem seguranças na região.

O movimento também é tranquilo na sede do sindicato dos metalúrgicos do ABC, no centro da cidade de São Bernardo, onde geralmente há reuniões de dirigentes do partido para organizar ações em favor do petista. Segundo a assessoria do ex-presidente, Lula está no seu instituto, no bairro do Ipiranga, zona sul da capital paulista.