Tamanho do texto

Manifestantes entraram no prédio às 5h e bloquearam todas as entradas, causando confusão; eles protestam contra reforma ministerial e a favor da manutenção de programa habitacional

Manifestantes chegaram ao prédio por volta das 5h e desde então mantêm as entradas bloqueadas
Twitter/Reprodução
Manifestantes chegaram ao prédio por volta das 5h e desde então mantêm as entradas bloqueadas


Manifestantes ligados à Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) ocuparam, na manhã desta quinta-feira (16), o prédio que abriga o Ministério do Trabalho e a Previdência, ligada ao Ministério da Fazenda depois da reforma ministerial feita pelo governo interino de Michel Temer.

Segundo o Ministério do Trabalho, o grupo entrou por volta de 5h e bloqueou todas as entradas. Servidores que tentaram entrar no prédio foram barrados pelos manifestantes, o que gerou uma pequena confusão. A assessoria não soube informar quantos andares já estavam ocupados pelos manifestantes da Contag.

O ato, segundo a Confederação, reuniu cerca de 300 manifestantes. Trata-se de um protesto em defesa da democracia, contra a reforma da Previdência, contra a extinção dos ministérios da Previdência Social e do Desenvolvimento Agrário e pela manutenção do Programa Nacional de Habitação Rural.

O ato, segundo a Confederação, reuniu cerca de 300 manifestantes na Esplanada dos Ministérios
Twitter/Reprodução
O ato, segundo a Confederação, reuniu cerca de 300 manifestantes na Esplanada dos Ministérios