Tamanho do texto

Grupos defensores da permanência de Dilma no governo federal organizam protestos ao longo de todo o fim de semana para pressionar ação de impeachment contra peemedebista

Estadão Conteúdo

Em São Paulo, o primeiro dia de Michel Temer no Planalto foi marcado por protestos na Paulista
Nelson Antoine/AE - 12.05.2016
Em São Paulo, o primeiro dia de Michel Temer no Planalto foi marcado por protestos na Paulista


Com o afastamento de Dilma Rousseff da Presidência da República, grupos de oposição contrários à permanência de Michel Temer no Planalto anunciaram uma série de atos contra o novo governo, além de promoverem um abaixo-assinado virtual que pede ao Supremo Tribunal Federal que suspenda a nomeação dos ministros de Temer que estão na mira da Lava Jato, como Romero Jucá (RR), que assumiu o Planejamento, e o ex-ministro da Integração Nacional Geddel Vieira Lima (BA), que assumirá a Secretaria de Governo. Até às 14h30 desta sexta, a petição contava com quase 85 mil assinaturas.

Os organizadores da petição explicam que, assim como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve a posse suspensa como ministro da Casa Civil "em decorrência do suposto envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras investigado pela Lava Jato", alguns ministros de Temer estariam na mesma situação. "Razão pela qual deve o Supremo se manifestar sobre a legitimidade destes para a posse nos cargos públicos e obtenção ou manutenção de foro privilegiado", completou o grupo.

Já estão marcadas manifestações para até domingo (15) em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Nesta sexta-feira (13), na capital fluminense, deve ocorrer uma manifestação na Cinelândia organizada pelos grupos Povo Sem Medo e Frente Brasil Popular. Já em Brasília, está programada uma manifestação para o domingo, às 10h, em frente ao Planalto.

No mesmo dia, manifestantes se reúnem na Avenida Paulista para pedir a queda do peemedebista do Planalto.

Veja a despedida de Dilma do Planalto:


    Leia tudo sobre: Lula impeachment
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.