Tamanho do texto

Jorge Lapas perdeu disputa interna com turma de João Paulo Cunha e agora tentará a reeleição na nova legenda

O prefeito de Osasco (SP), Jorge Lapas, deixou nesta segunda-feira (28) o PT em direção ao PDT. A decisão foi tomada depois de uma disputa interna encabeçada por João Paulo Cunha, que também tem sua base na importante cidade da Grande São Paulo.

Cunha, condenado no julgamento do Mensalão e perdoado recentemente pelo Supremo Tribunal Federall (STF), articulou entre os petistas para esfriar o nome de Lapas na indicação do partido para as eleições municipais de outubro e emplacar um candidato.

Lapas, por sua vez, sabia que teria de enfrentar durante a campanha municipal uma série de críticas ao PT. En carta, o prefeito de Osasco explicou: "Como se não bastasse o momento delicado pelo qual o PT está passando no cenário nacional, no âmbito municipal a legenda vem se deixando levar por visões e interesses individuais, que dividem o partido e promovem um clima de insegurança e instabilidade em nossos aliados".

Para o prefeito, o PT de Osasco foi abalado pela falta de união e pela fragilidade do partido. "Tomei uma das decisões mais difíceis da minha vida", escreveu.

    Leia tudo sobre: impeachment

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.