Tamanho do texto

Medida anunciada nesta quarta (23) pelo Ministério da Justiça visa "garantir a integridade física" dos magistrados do Supremo

Ministros do Supremo Tribunal Federal foram atacados por internautas em redes sociais
Nelson Jr./SCO/STF - 25.02.2016
Ministros do Supremo Tribunal Federal foram atacados por internautas em redes sociais

O Ministério da Justiça colocou à disposição do Supremo Tribunal Federal (STF) reforço na segurança institucional e pessoal de seus ministros, para "garantir a integridade física e moral, além de afastar tentativa de intimidação", disse o ministério em nota nesta quarta-feira (23).

Os recentes desdobramentos da Operação Lava Jato, particularmente a divulgação de áudios de conversas entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff, na semana passada, acirraram os ânimos entre defensores e opositores do governo, com acusações mútuas de politização da Justiça brasileira.

O ministério disse que zelará para que "o momento de tensão política não dê lugar a atos de violência e intolerância contra quem quer que seja". A pasta acrescentou que determinou investigação de ameaças aos magistrados tanto em manifestações ao redor de suas residências como em redes sociais.

    Leia tudo sobre: Lula