Tamanho do texto

O vereador negociava com o PSD, de Gilberto Kassab, ao mesmo tempo que participava da prévia do PSDB para escolher o candidato que disputará a Prefeitura de São Paulo

Matarazzo deixou a disputa pela vaga tucana às eleições de São Paulo
Ronaldo Silva/Futura Press - 28.9.15
Matarazzo deixou a disputa pela vaga tucana às eleições de São Paulo

No último dia 15 de março, o jornal "Diário de S. Paulo" denunciou que o então pré-candidato às prévias do PSDB negociava paralelamente trocar seu partido pelo PSD, de Gilberto Kassab – em plena campanha para a Prefeitura de São Paulo.

Acuado com a revelação sobre o jogo duplo, que mostrava sua infidelidade ao PSDB, Andrea Matarazzo tentou – sem sucesso e num gesto de desespero – atacar a imagem do "Diário de São Paulo".

Para nossa surpresa, em sua última coluna no jornal (em 13 de março), Andrea se contraria novamente ao dizer que sairia da vida pública e se dedicaria à vida privada se perdesse as prévias do partido.

O portal iG repudia qualquer tentativa de intimidação à liberdade de imprensa. Vamos continuar levando à opinião pública os fatos como eles verdadeiramente ocorrem. Seremos sempre fiéis aos nossos leitores.

Consultamos a redação do "Diário de S. Paulo", que nos informou que o comprometimento do jornal é com a verdade e jamais beneficiaria ou beneficiará um colunista em detrimento dos fatos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.