Tamanho do texto

Ex-presidente afirmou nesta tarde (3) que "jamais participou de qualquer ilegalidade, seja nos fatos da Lava Jato ou em outros"

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante discurso em festa de aniversário do PT
THIAGO RIBEIRO/FRAMEPHOTO - 3.3.16
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante discurso em festa de aniversário do PT

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou na tarde desta quinta-feira (3) a participação em qualquer atividade ilegal relacionada aos fatos investigados pela Operação Lava Jato, ou em quaisquer outros.

Em nota divulgada pelo Instituto Lula, o ex-presidente diz que "jamais participou, direta ou indiretamente, de qualquer ilegalidade, seja nos fatos investigados pela Operação Lava Jato, ou em qualquer outro, antes, durante ou depois de seu governo”.

O texto não cita a suposta delação premiada que, segundo a revista "IstoÉ " , foi feita pelo senador Delcídio do Amaral (PT-MS), por meio de acordo com o Ministério Público Federal (MPF).

A revista publicou reportagem nesta quinta-feira (3) em que afirma que o senador firmou acordo de delação premiada com o MPF. Segundo a reportagem, na delação, Delcídio disse que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula tinham conhecimento do esquema de corrupção na Petrobras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.