Tamanho do texto

Relator da Lava Jato, Teori Zavascki concedeu permissão ao senador, que estava obrigado a passar as noites em sua casa

Estadão Conteúdo

Delcídio enfrentará uma denúncia oferecida ao STF por atrapalhar as investigações da Lava Jato
Agência Brasil - 8.9.15
Delcídio enfrentará uma denúncia oferecida ao STF por atrapalhar as investigações da Lava Jato

O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta quinta-feira (25) a ida do senador Delcídio Amaral (PT-MS) a São Paulo entre amanhã, 26, e o dia 7 de março para fazer exames médicos.

O senador saiu da cadeia na última sexta-feira (19) depois de passar cinco meses preso preventivamente por suspeita de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. Na decisão que revogou a prisão do parlamentar, Teori estabeleceu restrições ao petista, como o dever de recolhimento domiciliar no período noturno e a proibição de deixar o País.

A defesa do senador e ex-líder do governo pediu a autorização ao Supremo nesta quinta-feira. Ao acatar o pedido, Teori determinou que Delcídio apresente, num prazo não superior a cinco dias, a documentação que comprove as recomendações médicas e a razão pela qual os exames devem ser realizados em São Paulo.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.