Tamanho do texto

Segundo os critérios de proporcionalidade, cabe ao PT a indicação de um novo presidente da comissão

Agência Brasil

Senador Delcídio do Amaral foi preso por determinação do Supremo Tribunal Federal
Geraldo Magela /Agência Senado - 23.6.15
Senador Delcídio do Amaral foi preso por determinação do Supremo Tribunal Federal

O nome do senador Delcídio do Amaral (PT-MS) não figura mais entre os membros da Comissão de Asuntos Econômcos do Senado (CAE), uma das mais importantes da Casa. Por solicitação da liderança do PT, Delcídio, que era presidente do colegiado, foi substituído pelo senador Donizeti Nogueira (PT-TO). A troca foi publicada no Diário Oficial do Senado de quinta-feira (18).

De acordo com os critérios de proporcionalidade, cabe ao PT a indicação do presidente da comissão. No retorno do recesso legislativo, a liderança do partido decidiu indicar a senadora Gleisi Hoffmann (PR) para a função. Apesar da prerrogativa do PT, o nome de Gleisi precisa passar pela formalidade de uma eleição no colegiado. 

A definição da indicação da senadora foi acertada na quarta-feira (17), durante reunião na residência oficial do Senado, com participação dos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, Raimundo Lira (PMDB-PB), presidente em exercício da CAE, Humberto Costa (PE), líder do PT na Casa, além da própria Gleisi. 

A eleição de Gleisi Hoffmann deve ser formalizada na próxima reunião da CAE, na terça-feira (1). Antes disso, a indicação da senadora paranaense para presidência da comissão tem de ser lida no plenário do Senado, o que deve ocorrer ainda hoje.