Tamanho do texto

Vice-líder do PPS entrou com pedido na Corregedoria da Casa nesta sexta (8) citando novas denúncias contra o peemedebista

Mensagens reveladas nesta sexta (8) mostram conversa entre Cunha e empreiteiro condenado na Lava Jato
Marcelo Camargo/ Agência Brasil - 3.12.15
Mensagens reveladas nesta sexta (8) mostram conversa entre Cunha e empreiteiro condenado na Lava Jato

O vice-líder do PPS na Câmara dos Deputados, Arnaldo Jordy (PA), apresentou nesta sexta-feira (8) uma nova representação à Corregedoria da Câmara dos Deputados pedindo o afastamento do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por quebra de decoro parlamentar.

O deputado cita as recentes denúncias de que o patrimônio de Cunha teria crescido de forma incompatível com seus rendimentos e de que ele teria tentado obter vantagens indevidas junto ao ex-presidente da OAS Leonardo Pinheiro.

Jordy já apresentou outra representação pedindo o afastamento de Cunha à Corregedoria anteriormente. Atualmente, também aguarda análise do Supremo Tribunal Federal um pedido do procurador-geral da República pedindo o afastamento do presidente da Câmara sob a alegação de que ele tem agido para impedir o avanço de investigações sobre crimes praticados por ele.