Tamanho do texto

Reportagem aponta que presidente da UTC, Ricardo Pessoa citou doações feitas a campanha de Mercadante ao governo de São Paulo, em 2010; valor doado foi de R$ 250 mil, diz ministro

O ministro Aloísio Mercadante: doação foi citada por Pessoa em delação premiada
Allan Sampaio/iG Brasília
O ministro Aloísio Mercadante: doação foi citada por Pessoa em delação premiada

O ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, confirmou que recebeu contribuição da empresa UTC em sua campanha ao governo do Estado de São Paulo, em 2010. De acordo com ele, o valor doado pela empresa foi de R$ 250 mil, em único repasse, “devidamente contabilizado e declarado à Justiça Eleitoral”.

Leia mais:
Empreiteiros da Lava Jato chamavam Lula de "brahma"

“Desconheço o teor da delação premiada do senhor Ricardo Pessoa. A empresa UTC, por ocasião da campanha ao Governo do Estado de São Paulo, em 2010, fez uma única contribuição, devidamente contabilizada e declarada à Justiça Eleitoral, no valor de R$ 250 mil reais, conforme demonstrado em minha prestação de contas aprovada pela Justiça Eleitoral”, disse Mercadante por meio de sua assessoria.

A doação para a campanha foi citada no depoimento prestado à Procuradoria Geral da República pelo presidente da UTC, Ricardo Pessoa, preso na Operação Lava Jato sob a suspeita de liderar o cartel que teria sido formado pelas empreiteiras acusadas de participar do esquema de corrupção na Petrobras.

Veja os políticos que estão na lista da Operação Lava Jato:

Pessoa teve sua delação premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na última quinta-feira (25). O teor do depoimento é mantido em segredo de Justiça, assim como todo processo da Operação Lava Jato no STF.

De acordo com informações do ministro, a doação foi feita em 27 de agosto de 2010, com o recibo eleitoral nº 13001092079.

Outra empresa, segundo Mercadante, a Constran Construções, fez uma contribuição, também devidamente contabilizada e declarada à Justiça Eleitoral, no valor de R$ 250 mil reais, conforme demonstrado em prestação de contas aprovada pela Justiça Eleitoral. Essa doação foi feita em 29 de julho de 2010, com recibo eleitoral nº 13001092017.

Leia também:
Instituto Lula recebeu R$ 3 milhões de empresa investigada na Lava Jato
Justiça nega habeas corpus preventivo em favor de Lula
PT se prepara para abrir mão de doações privadas

O ministro também confirmou ter recebido em sua casa o presidente da UTC, Ricardo Pessoa. O encontro, de acordo com informações de Mercadante, ocorreu por solicitação do empresário, que estaria interessado em se apresentar.

“Tratou-se de uma breve reunião em minha residência, por me encontrar em processo de recuperação de procedimento cirúrgico, com a presença do Senhor Emídio de Souza, então coordenador da campanha ao Governo do Estado de São Paulo”, informou o ministro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.