Tamanho do texto

Foram 293 votos a favor do texto, mas o mínimo necessário é de 308; houve 101 votos contrários e 53 abstenções

Emenda apresentada pela bancada feminina à reforma política (PEC 182/07) foi rejeitada
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Emenda apresentada pela bancada feminina à reforma política (PEC 182/07) foi rejeitada

Por falta de votos, o Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou emenda apresentada pela bancada feminina à reforma política (PEC 182/07, do Senado) que garantia um percentual de vagas no Legislativo para as mulheres. Foram apenas 293 votos a favor do texto, mas o mínimo necessário é de 308. Houve 101 votos contrários e 53 abstenções.

O texto previa uma espécie de reserva de vagas para as mulheres nas próximas três legislaturas. Na primeira delas, de 10% do total de cadeiras na Câmara dos Deputados, nas assembleias legislativas estaduais, nas câmaras de vereadores e na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Na segunda legislatura, o percentual subiria para 12% e, na terceira, para 15%.

Leia também:

Bancada feminina faz ato por 30% das cadeiras nos parlamentos

Bancada feminina tenta acordo com relator da reforma política

As vagas deveriam ser preenchidas pelo sistema proporcional. Se a cota não fosse preenchida, seria aplicado o princípio majoritário para as vagas remanescentes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.