Tamanho do texto

A proposta foi divulgada pelos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Presidenta Dilma Rousseff durante coletiva de imprensa, no México
Roberto Stuckert Filho/ PR
Presidenta Dilma Rousseff durante coletiva de imprensa, no México

A presidenta Dilma Rousseff disse nesta terça-feira (2) que a nomeação de dirigentes de estatais, ministérios e autarquias é prerrogativa do Poder Executivo.

LEIA MAIS:  Dilma passeia de bicicleta no entorno do Palácio da Alvorada

A declaração de Dilma é uma resposta a um anteprojeto de lei apresentado na segunda-feira (1°), no Congresso Nacional, que quer incluir algumas dessas autoridades na lista das que precisam passar por sabatina e aprovação dos senadores.

A proposta foi divulgada pelos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Eles decidiram criar uma comissão especial mistapara tratar da Lei de Responsabilidade das Estatais.

“Nós consideramos que a nomeação de estatais, de ministérios e de autarquias é prerrogativa do Executivo”, disse Dilma em entrevista após cerimônia de anúncio do Plano Safra 2015/2016, no Palácio do Planalto.

Perguntada sobre a interferência do Legislativo em questões do Executivo, Dilma defendeu a “autonomia e independência” dos Poderes no Brasil. “Todos os Poderes no Brasil têm que ser respeitados”.

    Leia tudo sobre: eduardo cunha
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.