Tamanho do texto

Ocupação é contra corte orçamentário anunciado pelo governo. Segundo organizadores, há mil pessoas no prédio

Agência Brasil

Manifestantes ocuparam na madrugada de terça-feira (18), por volta das 5h, as dependências do Ministério da Fazenda. Integrantes da Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar do Brasil (Fetraf) disseram que a ocupação é uma manifestação contra o corte orçamentário anunciado pelo governo.

Leia mais:

Aldo Rebelo estuda projetos que escaparão do corte do Orçamento

Dilma Rousseff reúne ministros para definir corte no Orçamento

Câmara aprova emenda que estabelece Orçamento impositivo

Integrantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar invadiram o prédio em protesto por melhorias para o meio rural
Antonio Cruz/Agência Brasil
Integrantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar invadiram o prédio em protesto por melhorias para o meio rural

De acordo com informações dos organizadores, há mais de mil manifestantes no prédio. A Polícia Militar (PM), no entanto, calcula em 500 os ocupantes no edifício que fica na Esplanada dos Ministérios, no centro de Brasília.

O coordenador-geral da Fetraf (federação ligada à Central Única dos Trabalhadores - CUT), Marcos Rochinski, que lidera a ocupação, disse que os trabalhadores pretendem negociar o contingenciamento orçamentário para evitar que a medida atinja a agricultura familiar. “Não é justo punir justamente o setor que produz alimentos para a população brasileira”.

Os manifestantes ocuparam todos os andares do Ministério da Fazenda, que está fechado para a entrada de servidores.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.