Tamanho do texto

Tucano indicou ainda que continuará atacando a rival Marina Silva, do PSB, durante o quarto encontro de presidenciáveis

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, indicou que continuará a atacar a adversária Marina Silva (PSB) no debate da TV Record da noite deste domingo (28). "Eu sou oposição a tudo isso que está aí", disse o tucano, argumentando que um eventual governo de Marina significaria um "novo começo" do governo petista.

Aécio Neves chega aos estúdios da TV Record para o quarto debate entre presidenciáveis
Wanderley Preite Sobrinho/iG
Aécio Neves chega aos estúdios da TV Record para o quarto debate entre presidenciáveis


O candidato disse ainda ser o único com "condições reais" de vencer a presidente Dilma Rousseff (PT), que disputa a reeleição", no segundo turno.

Em terceiro lugar, com 18% das intenções de voto segundo o Datafolha de 25 e 26 de setembro, Aécio tem evitado sinalizar que poderia apoiar Marina, segunda colocada com 27%, caso fique de fora no turno final. Dilma tem 40% e venceria os dois adversários nessa hipótese.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas