Quando foi preso, também tentou apresentar uma identidade falsa que portava.
Reprodução/Divulgação
Quando foi preso, também tentou apresentar uma identidade falsa que portava.

Um golpista foi preso em flagrante pela Polícia Federal nesta sexta-feira (7/1) em Presidente Prudente, no interior de São Paulo, com mais de 10 identidades falsas que usava para sacar aposentadorias no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

De acordo com a polícia, o estelionatário foi abordado logo após sacar uma aposentadoria de uma vítima. No momento, ele havia usado um documento adulterado em que sua foto estava estampada, mas os dados eram de outra pessoa.

O homem foi localizado em uma ação conjunta da PF e do núcleo de inteligência do Ministério do Trabalho e da Previdência.

A PF disse que o golpista confessou os crimes e alegou ainda que “há 30 anos não usa o seu nome verdadeiro”.

Leia Também

Quando foi preso, também tentou apresentar uma identidade falsa que portava. Por isso, responderá na Justiça também pelo crime de uso de documento falso.

Os agentes obtiveram a confirmação de que houve pelo menos outro saque indevido de aposentadoria pelo estelionatário em Brasília.

As informações são do jornal Metrópoles .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários