A população de Capitão Enéas é estimada em 14 mil pessoas
Reprodução
A população de Capitão Enéas é estimada em 14 mil pessoas

Um homem de 58 anos matou a irmã, Eva Maria dos Santos, de 60 anos, com um tiro de espingarda e várias facadas na madrugada da última quarta-feira, 12, em Capitão Enéas, no norte de Minas Gerais. O crime foi realizado na frente do pai deles, um homem de 85 anos, e teria sido motivado por questões financeiras da família.

Os dois irmãos se desentenderam por causa da posse dos cartões da aposentadoria do pai e da pensão da mãe, já falecida. A briga teria sido o motivo do homem matar a irmã. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima entrou com um processo judicial contra o irmão, e os cartões deveriam entregues a ela no dia do crime.

“A mulher veio de Ribeirão das Neves (MG) para cuidar do pai. Por volta das 5 horas, o suspeito foi na casa do pai, onde a irmã estava, e atirou contra ela com uma espingarda polveira e a agrediu com golpes de facão”, disse o Capitão Marcos Vinícius, da PM.

No dia 2 de maio, a mulher já havia registrado um boletim de ocorrência (B.O.) contra o irmão por ameaça. “Ela registrou o B.O. porque o irmão havia ameaçado matá-la. No dia 7, fizemos uma visita para verificar a situação e ela disse que estava ‘tranquilo’ e as ameaças não continuavam”, informou o PM.

De acordo com a polícia, o pai deles, de 85 anos, presenciou o crime, passou mal e foi socorrido para o hospital de Capitão Enéas. O corpo de Eva Maria foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Montes Claros. Após cometer o crime, o irmão de Eva fugiu, mas foi preso pela polícia na última quinta-feira, 13.

Com informações dos portais Metrópolis e G1.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários