A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) está investigando a morte do empresário Aerton Santos de Araújo, de 47 anos. Ele estava desaparecido desde sábado e foi encontrado morto dentro do próprio carro dois dias depois, na segunda-feira.

Leia também: Polícia investiga anúncio de doação de bebê na internet por "motivo financeiro"

Inicialmente, o caso foi tratado como sequestro e estava sendo investigado pela 59ª DP (Duque de Caxias). No entanto, como não foi feito nenhum pedido de resgate e Aerton foi morto, o caso foi transferido para a DHBF e outras linhas de investigação estão sendo consideradas.

Aerton Santos de Araújo tinha 47 anos e foi encontrado morto
Reprodução/ Arquivo pessoal
Aerton Santos de Araújo tinha 47 anos e foi encontrado morto


De acordo com testemunhas, o empresário foi sequestrado na comunidade do Corte 8, em Duque de Caxias. Seu corpo foi abandonado em São João de Meriti. Momentos antes de ser levado pelos criminosos, Aerton postou uma mensagem de parabenizando sua mãe pelo aniversário dela em seu perfil no Faceook. "Hoje é aniversário dela. Mulher da minha vida. Minha mamãe, tudo de bom, saúde, paz. Obrigado por tudo que fez e faz por mim e por muitos. Te amo", escreveu.

Leia também: Ceará tem 43 policiais militares presos desde o início do motim

O empresário foi enterrado na tarde desta terça-feira, no Cemitério do Corte 8. Ele era pré-candidato a vereador de São João de Meriti. "Peço a todos, com todo o devido respeito, que não divulguem informações que não sabemos se são verdadeiras. Nós familiares não temos nenhuma informação sobre o real motivo (da morte ). Estou vendo publicações que dizem que é envolvimento com o tráfico, outros dizem que é política, mas na verdade ninguém sabe de nada. A justiça de Deus será feita", o filho da vítima escreveu, nas redes sociais.

    Veja Também

      Mostrar mais