Polícia prendeu cinco pessoas da mesma família em Parelheiros
Heloisa Ballarini / SECOM
Polícia prendeu cinco pessoas da mesma família em Parelheiros


Cinco pessoas, todas da mesma família, foram presas por suspeita de envolvimento na morte de Victor Adriano Pereira da Cruz, de 3 anos, em Parelheiros , na Zona Sul de São Paulo . Além da própria mãe da criança, também foram detidos tio, tia, avô e avó, indiciados por maus-tratos, lesão corporal e tortura .

O menino morreu no último domingo (29), um dia depois de ter sido levado ao Hospital Municipal de Parelheiros pelos parentes envolvidos no crime . A morte ocorreu no Hospital Municipal do Campo Limpo, para onde ele foi transferido posteriormente.

Leia também: Homem é preso após espancar três meninas com socos e pauladas no Rio de Janeiro

“A Polícia Civil informa que cinco pessoas, familiares da vítima, estão presas. Três deles foram presos em flagrante, e os outros dois em decorrência de um pedido de prisão preventiva. Ambos foram indiciados por maus-tratos, lesão corporal e tortura. Não há registros anteriores relacionados a maus-tratos contra a vítima. A autoridade policial aguarda o resultado do laudo necroscópico para concluir o caso”, informou a comunicação da Segurança Pública em nota oficial.

Soldado

O tio de Victor, Rafael Silva da Cruz, é soldado e serve na Base de Administração e Apoio do Ibirapuera, e foi preso apenas no dia 31, depois de se apresentar ao 101º distrito policial. O restante dos familiares foi detido ainda no hospital.  Em depoimento aos policiais, os parentes admitiram que já agrediram Victor.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários