Tamanho do texto

Ao longo do ano, foram 35 dias de saidões determinados pela Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios

Agência Brasil

saidão arrow-options
Marcelo Camargo/ABr
Presos saíram de presídios durante 'saidão' e não retornaram

Balanço divulgado, há pouco, pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) informa que, dos 1.481 internos beneficiados pelo saidão de Natal no período de 23 a 26 de dezembro, 17 não retornaram às unidades prisionais , o que representa 1,14% dos presos liberadospara passar o Natal com a família.

Leia também: Detentos fazem churrasco de Natal em penitenciária de Pernambuco

Esta foi a decima primeira e última saída temporária neste ano. Ao longo do ano, foram 35 dias de saidões determinados pela Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.

O benefício do saidão de Natal é concedido a presos que cumprem pena no regime semiaberto e que têm autorização de trabalho externo ou saídas temporárias.

Leia mais: Com saída de Toffoli e entrada de Fux, STF vai mudar a cara em 2020

Por meio de nota, a SSP informa que o preso que não retornar no dia e no horário previstos é considerado foragido e poderá perder o direito ao regime semiaberto.