Tamanho do texto

A polícia prendeu 41 pessoas envolvidas na rinha de cães e resgatou 18 pit bulls na segunda (16); outros cães estavam em fazenda de um dos envolvidos

Cachorros que seriam usados em rinha de cães acorrentados em chácara, um branco em primeiro plano e um caramelo ao fundo arrow-options
Reprodução/Aspa
Cachorros estavam acorrentados na chácara

Após  resgatar 18 cachorros e prender 41 pessoas por promoverem uma rinha de cães em Mairiporã, na Grande São Paulo, a polícia encontrou nesta segunda-feira (16) outros 33 pit bulls em uma chácara em Itu, no interior do estado. 

Em meio às investigações sobre a rinha de cães, a polícia foi até a propriedade de um dos suspeitos de participação no esquema e resgatou os animais. De acordo com a TV Tem , o responsável pela chácara é um peruano.

Leia também: Bombeiro é acusado de raspar o cabelo da própria filha por ciúmes

Segundo a Folha de S.Paulo , os cachorros estavam debilitados, acorrentados e separados uns dos outros. Eles serão levados para ONGs de acolhimento de animais abandonados. A polícia vai investigar se os pit bulls encontrados em Itu também seriam usados em lutas.