Acabaram as gravações! Saiba mais sobre o novo filme da franquia “Alien”

O filme é produzido pelo diretor uruguaio Fede Álvarez, atualmente com 45 anos e que ficou mais conhecido no universo cinematográfico pelas obras "A Morte do Demônio" e "O Homem nas Trevas".

Youtube/ The Upcoming

Vale destacar que não foram divulgadas muitas informações sobre a nova produção, até porque o filme só irá aparecer nas telas dos cinemas apenas no dia 16 de agosto de 2024.

Divulgação

O filme "Alien, o Oitavo Passageiro", de 1979, tornou-se um clássico no gênero de ficção científica. E deu origem a uma franquia que teve outros filmes.

Divulgação

Assim, surgiram "Aliens, o Resgate" (1986), "Alien 3 " (1992), "Alien- A Ressurreição" (1997), "Prometheus" (2012) e "Alien Covenant" (2017)

Divulgação

A temática da saga se tornou inspiração para a decoração de um bar que fica dentro de um museu, na Suíça.

Divulgação 20th Century Studios _02

O estabelecimento funciona dentro de um castelo chamado Château St. Germain, na cidade de Gruyéres, que ainda mantém características medievais

Divulgação HR Giger Bar Museum

A fortaleza foi comprada pelo pintor, escultor, cenógrafo, artista plástico e surrealista Hans Ruedi Giger, que fez parte da equipe responsável por desenvolver a estética do filme Alien, de 1979.

Divulgação HR Giger Museum

O trabalho foi de tamanha excelência que, na época, venceram o Oscar de Melhores Efeitos Especiais.

Youtube/ Greghulme

Inicialmente, o Château St. Germain foi espaço de uma simples exposição de seu trabalho, na década de 1990. O evento foi um sucesso e Giger se apaixonou pelo castelo

Divulgação HR Giger Museum

Ao saber que o local estava à venda, o artista decidiu comprá-lo em 1998 e definiu que ali passaria a ser o lugar onde seu trabalho seria exposto de maneira definitiva

gruyeres.ch

O museu foi inaugurado há 25 anos, em junho de 1998. O espaço é estruturado com quatro andares e composto por mais de 200 obras de Giger

Divulgação HR Giger Museum

Não apenas na área cinematográfica com efeitos especiais, mas como artista em geral nos seus mais de 50 anos de carreira. No caso, seu acervo conta com pinturas, esculturas, móveis e trabalhos para cinema desde os anos 1960 até suas últimas criações

Divulgação HR Giger Museum

O trabalho mais famoso de sua carreira foi homenageado através do bar anexo ao museu. O local chama a atenção pela cenografia futurista que o ornamenta

Divulgação HR Giger Bar

Especialmente pela mistura de tons monocromáticos, com destaque para o corpo humano e a junção com o mundo robótico

Divulgação HR Giger Bar

O bar foi inaugurado em 2003 e o artista modelou praticamente todo o espaço. No caso, detalhes como o teto, paredes, pisos, acessórios, mesas e cadeiras

Divulgação HR Giger Bar

O site oficial do bar ressalta o ambiente biomecânico e indica que é o exemplo perfeito em arte imersiva. Ainda classifica a experiência como incrível, convidativa e inspiradora

Divulgação HR Giger Bar

Além disso, o espaço ainda conserva uma parte do caráter medieval da fortaleza. Tal contraste entre estilos também é considerado um grande atrativo

Andy Davies /Museum HR Giger

A cidade de Gruyères fica na região de Fribourg, na parte francesa da Suíça. O local é uma pequena vila no topo de uma colina, a cerca de 68 km da capital Berna.

fribourg.ch

Não é permitida a circulação de carros nas ruas de Gruyères. Em 2014, a cidade foi eleita como a mais bonita da Suíça ocidental. O aspecto medieval é ressaltado especialmente pela presença de castelos

fribourg.ch

O maior e principal deles foi fundado no século XIII e é um dos mais famosos do país. É rodeado por uma muralha e atualmente é um museu com 800 anos de história, arte e cultura local, onde também é possível conhecer um pouco das lendas da região

gruyeres.ch

Além disso, Gruyères é conhecida pela produção de queijo que leva o mesmo nome da vila. Em cidades próximas como Genebra e Lausanne há excursões turísticas pelas fábricas do produto. A mais conhecida é a ‘La Maison du Gruyère’ (A Casa Gruyère)

fribourg.ch

O produto é bastante valorizado no local e também tem atrativo turístico na Gastronomia. Os restaurantes do centro da vila servem fondue com o queijo Gruyère

fribourg.ch

Apenas cinco quilômetros separam a pequena cidade de Broc, outra vila onde se encontra a sede da famosa fábrica de chocolates da Nestlé, a ‘Maison Cailler’ (Casa Cailler)

fribourg.ch

Na região há uma das mais famosas rotas panorâmicas de trem da Suíça. O trajeto começa na cidade de Montreux e o trem tem vagões da 'Belle Époque'

fribourg.ch

A primeira parada é na vila de Gruyères e nas fábricas do queijo. Na parte da tarde o trem passa em Broc, para visita à Maison Cailler antes de retornar ao ponto de partida

fribourg.ch

Em Gruyères há um outro museu, mas com a temática do Budismo, mais especificamente o tibetano. No local há mais de 300 obras de arte, entre esculturas, pinturas e objetos de ritual vindos do Tibete, Nepal, Kashmir, norte da Índia e Myanmar

fribourg.ch

Este espaço foi criado em 2009 e curiosamente está localizado dentro de uma antiga capela. Ele foi fundado para simbolizar e homenagear a totalidade das divindades budistas

fribourg.ch

No Outono, nos quatro sábados de setembro, ocorre um evento chamado ‘Désalpe’. A festa da montanha mais tradicional e conhecida no país. Após mais de quatro meses pastando nos Alpes, as vacas são enfeitadas com flores, descem das montanhas e são levadas de volta para as cidades

fribourg.ch

Veja mais Top Stories