Novo radar de trânsito promete acabar com “jeitinho”; entenda!

Trata-se de uma nova tecnologia de radar que consegue detectar a velocidade dos motoristas a uma distância maior do que a dos aparelhos atuais.

Michael Schwarzenberger por Pixabay

A medida mira justamente aqueles motoristas que tentam escapar dos radares fixos tradicionais que fiscalizam o excesso de velocidade nas vias.

Efes Pixabay

Muitos recorrem à tática de reduzir a velocidade pouco antes de se depararem com o dispositivo e, uma vez que passam pelos radares, voltam a acelerar além do limite estabelecido.

Taras Makarenko pexels

Para pôr fim a essa manobra, uma alternativa encontrada consiste em desenvolver um dispositivo baseado no princípio científico conhecido como "Efeito Doppler".

Ruiyang Zhang pexels

O fenômeno ocorre quando o equipamento detecta uma mudança na frequência sonora devido ao movimento relativo de um objeto, seja em direção ao radar ou afastando-se dele.

Jcomp/Freepik/CC

Os modelos atuais utilizam sensores embutidos no asfalto para medir a velocidade dos veículos na estrada.

Karsten Würth Unsplash

Já os novos modelos que estão em teste fazem uso da detecção de ondas eletromagnéticas a fim de evitar que os motoristas consigam reduzir a velocidade em cima da hora e acelerar assim que passam pelo radar.

Zdravko Shishmanov por Pixabay

Com essa tecnologia inovadora, os radares serão capazes de determinar a velocidade dos veículos mesmo a uma distância de até 50 metros além do ponto de instalação.

wikimedia commons PRF Paraná

Além disso, esses dispositivos foram programados para registrar imagens que evidenciem possíveis infrações, como mudanças de faixa proibidas e desrespeito a sinais vermelhos, por exemplo.

Karol D pexels

Os novos radares também são capazes de detectar se o motorista parou em cima da faixa de pedestres.

Pexels por Pixabay

A nova tecnologia já está sendo utilizada em duas das principais cidades do Brasil: Curitiba e São Paulo.

wikimedia commons mariordo59

Os primeiros testes indicam que os equipamentos têm apresentado resultados satisfatórios.

wikimedia commons Felipeattilio

Especialistas afirmam que a adoção dos radares com tecnologia Doppler é uma tendência crescente, o que levará à instalação de novos aparelhos em breve em outros municípios do país.

pixabay

Embora ainda não estejam autorizados a emitir multas, esses equipamentos são certificados pelo Inmetro e passam por verificações regulares.

jms Unsplash

Os novos radares também exigem um número menor de manutenções preventivas, o que os torna mais eficientes na fiscalização.

Fernando Frazão/Agência Brasil

Em São Paulo, os novos radares já estão instalados em seis rodovias.

flickr governo do estado de são paulo

Os radares de velocidade têm como principal objetivo assegurar o cumprimento do limite máximo de velocidade nas vias, com o intuito de promover segurança aos condutores e assim evitar acidentes.

Arek Socha por Pixabay

Dependendo do tipo de infração, ou seja, a porcentagem excedida sobre o limite de velocidade, as penalidades também aumentam.

MOON YOUNG GUN por Pixabay

São três os tipos de penalidades para quem infringe o limite de velocidade permitida: 1 - Quando a velocidade for superior à máxima em até 20%, a multa é de R$ 130,16.

Artem Beliaikin Unsplash

2 - Quando a velocidade for superior à máxima em mais de 20% até 50% - multa de R$ 195,23.

steve buissine pixabay

Veja mais Top Stories