Seis meses da morte de Léo Oak: ator gay fazia filmes com marido

Léo não resistiu a um traumatismo craniano causado por um acidente de carro.

Reprodução Instagram

Inicialmente, Daniel postou mensagem de luto e disse: "Não me façam perguntas agora. Quando eu tiver forças eu explico".

Reprodução Instagram

Depois, Daniel noticiou a morte do companheiro, com quem ele viveu durante três anos.

Reprodução Instagram

Juntos, Daniel e Léo produziam conteúdo pornográfico para o público gay.

Reprodução Instagram

Daniel disse que o período de convivência com Léo foi o melhor de sua vida.

Reprodução Instagram

Daniel informou que Léo foi velado em São Paulo e o corpo foi levado para Santa Catarina, onde ele nasceu.

Reprodução Instagram

Seu nome verdadeiro era Léo Carvalho, e ele também era chamado de Oak Sampa.

Reprodução Instagram

Daniel Toro contou que Léo costumava fazer plantões médicos estressantes, que o deixavam cansado.

Reprodução Instagram