Tamanho do texto

La Paz, 22 jul (EFE).- O Tribunal Constitucional (TC) da Bolívia, que tem apenas uma juíza, mandou hoje que a Corte Nacional Eleitoral (CNE) suspenda a organização do referendo revogatório convocado para 10 de agosto.

A magistrada Silvia Salame comunicou à imprensa local que tomou a decisão por meio de um decreto assinado hoje, em resposta a um recurso contra o referendo apresentado pelo deputado opositor Arturo Murillo, da centrista União Nacional (UN). EFE ja/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.