Tamanho do texto

Washington, 16 jul (EFE) - O estado do Texas (Estados Unidos) executará cinco mexicanos que estão no corredor da morte, apesar da ordem da Corte Internacional de Justiça (CIJ) de deter as execuções, disse à Agência Efe o porta-voz do governador, Rick Perry.

"Nada vai mudar pelo que diga um tribunal estrangeiro", afirmou Robert Black, que destacou que o estado do Texas não é obrigado a cumprir a sentença da CIJ, que é o máximo tribunal da ONU. EFE cma/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.