Tamanho do texto

Duas pessoas que seqüestraram um avião no Sudão se renderam nesta quarta-feira depois de negociações com autoridades da Líbia, onde a aeronave aterrissou.

O Boeing 737 da empresa sudanesa Sun Air, com 95 pessoas a bordo, foi seqüestrado na terça-feira poucos minutos depois de decolar da cidade de Nyala, na região de Darfur, no oeste do Sudão.

Antes de se entregar, os seqüestradores já haviam libertado todos os passageiros e mantinham apenas a tripulação refém.

O governo do Sudão pediu à Líbia que os seqüestradores sejam extraditados.

Leia mais sobre seqüestro de avião

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.