Tamanho do texto

(atualiza a posição do furacão com o último boletim do NHC) Miami, 31 ago (EFE).- O furacão Gustav deixou para trás Cuba, em cuja passagem se enfraqueceu levemente, para adentrar as cálidas águas do Golfo do México em direção à boca do rio Mississipi, onde pode chegar com categoria cinco, a máxima na escala de Saffir-Simpson, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

O "Gustav", que mantém a categoria quatro, arrasta ventos de 220 km/h, com seqüências inclusive superiores, que o transformam em um perigoso e destrutivo ciclone quando tocar terra na segunda-feira na Louisiana, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês), com sede em Miami, em seu boletim das 3h.

O olho de "Gustav" estava perto da latitude 23,5 graus norte e da longitude 84,4 graus oeste, sobre o sudeste do Golfo do México, e a 780 quilômetros ao sudeste da boca do rio Mississipi.

O "Gustav" se desloca para o noroeste a 24 km/h. EFE alf/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.