Tamanho do texto

ANCARA - Quinze soldados turcos morreram na sexta-feira em confrontos com rebeldes separatistas curdos do PKK no sudeste do país, disse no sábado o Estado Maior da Turquia, num dos ataques mais letais contra o Exército este ano.

Ao menos 23 membros do Partido de Trabalhadores do Curdistão (PKK) morreram depois que os rebeldes armados atacaram um posto militar de controle na região de Semdinli, perto da fronteira com Iraque e Irã, segundo o Exército.

É possível que o incidente aumente a pressão sobre o primeiro-ministro turco, Tayyip Erdogan, para que envie uma nova ofensiva contra o PKK.

O Exército turco tem realizado várias operações além das fronteiras, entre elas uma breve ofensiva terrestre em fevereiro, contra as bases do PKK nas regiões montanhosas do norte do Iraque.

O Estado Maior disse que dois soldados turcos estavam desaparecidos e fazia uma operação para resgatá-los.

Erdogan estava no sábado em visita oficial ao Turcomenistão, mas disse que voltaria a Turquia para realizar uma reunião de emergência sobre segurança.

"A luta contra o terrorismo continuará com a mesma determinação que antes", afirmou ele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.